Feeds:
Artigos
Comentários

PRAXES RETIRADAS DOS ESTATUTOS DA UTAD

A Assembleia Estatutária da UTAD decidiu, no dia 1 de Setembro, retirar dos Novos Estatutos da UTAD os pontos três e quatro do artigo “Praxes Académicas.

Continuar a ler »

A Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (UP) promove um debate sobre o papel das artes e das expressões na educação. Esta iniciativa vai reunir nas instalações da FPCEUP vários actores do campo educativo para um debate público promovido pelo CIIE – Centro de Investigação e Intervenção Educativas. Continuar a ler »

A AULA*

9 horas da manhã. Chego já em cima de tempo. Alunas e alunos já estão na sala com os portáteis a funcionar. Tenho de me apressar para lhes entregar a “extensão eléctrica”: a sala tem poucas tomadas de corrente para os portáteis da turma.

Por: prof. Pedro Ferrão Continuar a ler »

Com esta conferência pretende-se reunir a comunidade científica, educativa e tecnológica lusófona interessada no desenvolvimento do conhecimento e na partilha de experiências de utilização do Second Life. Continuar a ler »

MESTRADO: MODA OU NECESSIDADE?

O mestrado é a palavra que impera depois da reforma do Processo de Bolonha e da consequente remodelação dos cursos. Para alguns empregadores, o mestrado é a nova vedeta dos currículos e em algumas ordens profissionais, é obrigatório para ingresso na profissão. Continuar a ler »

Um grupo de investigadores da Universidade do Minho (UMinho) vai apresentar, às empresas da região, 13 produtos inovadores com possibilidades de desenvolvimento industrial ou comercial. Continuar a ler »

POR: J. Esteves Rei

esteves.rei@gmail.com

LER – verbo com dois complementos e muitos significados,

no segundo aniversário do Plano Nacional de Leitura

1. O acto de ler tem por detrás o desejo e a vontade. Por vezes, ler é mesmo uma fixação. Assim, nunca se impõe nem a crianças nem a adultos. Pelo que, apenas na poesia se pode afirmar: “Ai que prazer / Não cumprir um dever, / Ter um livro para ler / E não fazer! / Ler é maçada […]”, como refere Fernando Pessoa.

Todavia, estamos alertados desde o século XIX, para o facto de que “É coisa fácil ler; mas é difícil reflectir. Não podemos apropriar-nos das ideias dos outros senão pela reflexão, que faz parte de nós mesmos.” (E. M. Campagne, Dicionário Universal de Educação e Ensino)

É que ler não é apenas a pura operação mecânica de juntar letras, formando palavras, que transportam sentidos. É, antes, aceder ao conhecimento das duas realidades que nos são naturais: o mundo e o homem. Por isso a leitura é importante e a sua ausência limita a cidadania.

Continuar a ler »